Como a Starbucks salvou minha vida

A história real de um homem que perdeu tudo e encontrou a felicidade servindo café

Escritor: Michael Gates Gill
Editora: Sextante
ISBN: 978-85-7542-433-9

192 páginas
Português
Formato: Papel

Sinopse oficial:
Depois de perder tudo – o emprego, o status, a família, a saíde -, o futuro parecia sombrio para Michael Gates Gill, ex-diretor de criação de uma grande agência de publicidade.
Aos 63 anos, porém, ele teve o encontro que mudaria sua vida: Crystal Thompson, 28 anos e negra, gerente de uma loja da Starbucks, lhe ofereceu um emprego na cafeteria. Ele aceitou.
Num relato comovente, Michael conta sua surpreendente história. O ex-executivo levava uma vida cercada de privilégios na alta sociedade americana até que uma seqüência de acontecimentos inesperados – sua demissão, um filho fora do casamento, o divórcio e a descoberta de um tumor no cérebro – o obriga a recomeçar do zero.
Contratado para trabalhar numa loja da Starbucks no Harlem, Michael se depara pela primeira vez com a dura realidade das classes menos favorecidas, o que o leva a fazer um balanço da sua vida, reavaliar seus preconceitos e adotar novos valores. Ele aprende a encontrar satisfação nas pequenas tarefas do dia-a-dia, a lidar com a solidão e a aceitar as diferenças.
Como a Starbucks salvou minha vida é a história real de um homem que descobriu que a felicidade não está em quanto você ganha ou no cargo que ocupa, mas na capacidade de desenvolver relações verdadeiras e trabalhar com amor.

Por que eu li?
Achei a história interessante. é sempre legal ver pessoas que tiveram que começar do zero, principalmente aqueles que não são tão novos.

Minha opinião:
Legal como ele relata com bom humor sua desgraça, principalmente em uma sociedade tão ligada as aparências como a Americana. Imagino que deva ter sido muito difícil. Livro muito bem escrito e dá uma boa ideia como é realmente ter que recomeçar a vida por baixo.