Guia politicamente incorreto da América Latina

Escritor: Leandro Narloch e Duda Teixeiera

Editora: Leya
ISBN: 978-85-8044-105-5
336 páginas
Português
Formato: Papel

Sinopse oficial:
Che Guevara, Fidel Castro e Salvador Allende são os alvos desta vez. Utilizando a mesma fórmula que consagrou o Guia politicamente incorreto da história do Brasil – com mais de 200 mil exemplares vendidos –, Leandro Narloch e Duda Teixeira retomam alguns dos personagens e fatos marcantes da história da América Latina para mostrar que a história não aconteceu exatamente como aprendemos na escola. “Fidel Castro foi capitalista”, “Che Guevara ordenava torturas” ou “Os Incas aprovaram a dominação espanhola” são algumas das afirmações polêmicas que os autores defendem e explicam por meio de outras correntes de pesquisa histórica rejeitadas como oficiais. Com o mesmo propósito do livro anterior, o Guia politicamente incorreto da América Latina é contra regras batidas para se contar a história. E o falso herói latino-americano é o principal alvo deste livro.

Por que eu li?
Porque adoro história, e li o primeiro livro que foi “Guia Politicamente incorreto da história do Brasil” e gostei muito da maneira como Jornalista conta história.

Minha opinião:
Algumas fatos são questionáveis, porém outros fazem todo o sentido, principalmente quando lembramos de histórias de lideres sul-americanos em republiquetas de Bananas. Entendemos muitas posturas populistas desses lideres e penso que até agora nós Brasileiros tivemos muita sorte de não ter um líder que tenha conseguido fazer o que se fez, e que se faz, em outros países sul-americanos. Veja exemplo atual da Venezuela.
Para quem gosta de história, ou mesmo está iniciando neste tipo de leitura, é um bom começo, mesmo sabendo que os professores de História odeiem livros de História escrito por Jornalistas.