Armas, Germes e Aço. Os destinos das sociedades Humanas

 

Resultado de imagem para armas germes e aço
 
 
 
 
 

Editora: Record

Escritor: Jared Diamond

Formato lido: Papel com 472 páginas

Sinopse: O homem é fruto do meio? Para o vencedor do Prêmio Pulitzer, o fisiologista americano Jared Diamond, é óbvio que fatores ambientais e geográficos moldaram o mundo moderno. Em ARMAS, GERMES E AÇO, Jared reúne um cruzamento de descobertas conjugando arqueologia e epidemiologia com história e geografia. Com isso esclarece como e porque as sociedades humanas dos diferentes continentes seguiram caminhos de desenvolvimento diversos nos últimos 13 mil anos e explora as razões da dominação e submissão. ARMAS, GERMES E AÇO – considerado pela crítica especializada como o mais importante livro de não-ficção dos últimos três anos – derruba teorias racistas e mostra que a superioridade da Europa e da Ásia se deve às suas respectivas geografias, mais propícias ao cultivo da terra, à domesticação de animais e ao trânsito de informações. O livro mostra, ainda, como a história e a biologia podem dar suporte uma à outra para produzir um profundo entendimento da condição humana. Um sumário da trajetória dos homens comparável à obra deixada por Darwin. Diamond consegue emprestar um toque arejado às conclusões e transformou ARMAS, GERMES E AÇO num sucesso de crítica e público, apresentando teorias ainda inéditas para as desigualdades sociais encontradas em nosso mundo. Jared consegue convencer o leitor de que sociedades que tiveram um começo mais adiantado na produção de comida – a ponto de conseguir estocá-la -, logo desenvolveram ritos religiosos e se aventuraram na conquista de novos territórios, tornando-se regiões mais ricas e, posteriormente, nações mais desenvolvidas. ARMAS, GERMES E AÇO recebeu vários prêmios, além do Pulitzer: o Phi Beta Kappa, em Ciência, o Rhone-Poulenc e a medalha de ouro do Commonwealth club of California.