Milagre dos Andes – 72 Dias na Montanha e Minha Longa Volta para Casa

Escritor: Nando Parrado
Editora: Objetiva

ISBN: 8573027851

Formato lido: Papel em 275 páginas – Português

Sinopse: Em ‘Milagre nos Andes’, o uruguaio Nando Parrado – principal responsável pelo resgate de seus amigos nas montanhas após 72 dias de agonia – é o primeiro dos sobreviventes a contar, com extraordinária franqueza e sensibilidade, a sua própria versão do acidente. O resultado supera o simples relato de uma aventura real: é um olhar revelador sobre a vida à beira da morte. Refugiados em parte da fuselagem do avião, uma geleira estéril a mais de 4.500 mil metros de atitude, sem suprimentos ou meios de chamar ajuda, Nando e seus amigos lutaram para suportar temperaturas gélidas de até 30ºC abaixo de zero, avalanches mortais, sede, o dilema devastador de se verem obrigados a comer carne humana para não sucumbir à fome e, por fim, a notícia devastadora, por um rádio que ainda funcionava precariamente, de que a busca por eles havia sido cancelada.

O que achei do livro: Confesso que realmente me emocionei em muitas partes do livro, principalmente pela sinceridade do escritor e pela determinação de fazer a qualquer custo o que deveria ser feito.

Nando se mostra totalmente agradecido pela sua situação privilegiada e, realmente não é um “riquinho mimado”, mostra que tem valores e princípios e é totalmente agradecido por isso.

Quantas vezes não nos pegamos reclamando de coisas como comida, frio, calor, politica e assim por diante sem se dar conta de que somos privilegiados? Deveríamos estar agradecendo ao invés de reclamar. Porém, Nando mostra isso de uma maneira muito simples e sem firulas, mostra que você pode não concordar com algo, mas a sua postura e determinação é que realmente irão mudar aquela situação.

Realmente recomendo a leitura.